Leite Lactentes Nan Sem Lactose

Nan

400 gr

Leite Lactentes Nan Sem Lactose Wells Image 1

Leite Lactentes Nan Sem Lactose

Nan

400 gr

Availability:
  • Em Stock
NAN Sem Lactose é um alimento para fins medicinais específicos e está especialmente indicado para o tratamento dietético da mal absorção/intolerância à lactose e diarreia; está também adequado para a alimentação de lactentes, como fonte alimentar única, desde o nascimento até aos 6 meses de idade, quando não amamentados.

Xarope de glicose, óleos vegetais (palma, colza, coco, girassol) e de Mortierella alpina e Crypthecodinium cohnii, proteínas do soro de leite, caseína, substâncias minerais (citrato de cálcio, hidróxido de potássio, hidróxido de sódio, cloreto de potássio, cloreto de magnésio, sulfato de manganês, iodeto de potássio, selenato de sódio, sulfato ferroso, sulfato de zinco, sulfato cúprico, fosfato de cálcio, hidróxido de cálcio), regulador de acidez (ácido cítrico), emulsionante (lecitina de soja), vitaminas (C, PP, ácido pantoténico, E, B1, A, B2, B6, ácido fólico, K, biotina, D, B12), bitartrato de colina, taurina, cultura de Lactobacillus reuteri (DSM 17938), nucleótidos, inositol, L-carnitina.

1) Lave bem as mãos; 2) Esterilize o biberão, a tetina e o fixador da tetina em água fervente durante 5 minutos; 3) Ferva a água e deixe arrefecer até cerca de 45ºC. Deite a quantidade adequada no biberão; 4) Junte medida recomendada de Nan Leite na tabela de dosagem; 5) Tape o biberão e agite até completa dissolução do pó; 6) Antes de proceder à alimentação, assegure-se de que o leite está à temperatura adequada; 7) Consuma imediatamente após a preparação.

Não utilizar em caso de galactosemia ou mal absorção da glucose-galactose. Nestas situações de doença e por conter vestígios residuais de lactose, alguns especialistas consideram desaconselhada a utilização de NAN Sem Lactose. Não indicado para uso intravenoso.

- Isento de Lactose: A ausência de lactose ajuda na intolerância à lactose derivada da diarreia. A utilização de polímeros e glucose como única fonte de hidratos de carbono, assegura uma baixa osmolaridade bem como uma digestão e absorção facilitadas durante a diarreia; - L. reuteri: Culturas probióticas ativas que contribuem para o normal desenvolvimento de uma flora intestinal saudável, por aumento do número de culturas de Lactobacillus Reuteri, e na recuperação da diarreia; - LC-PUFAs: Dois ácidos gordos polinsaturados de cadeia longa (DHA e ARA) também presentes no leite materno; - Nucleótidos: importantes na recuperação da mucosa intestinal.